quarta-feira, 3 de maio de 2017

Entendi o amor quando descobri que felizes para sempre não existe

Hello Hello, vejam quem está de volta depois de semanas sem vos actualizar nem dar sinal de vida…. Eu! Me desculpem, esses meses está tudo complicado e quando tento arranjar tempo para escrever, o que acontece, não tenho inspiração. Por falar nisso, será que podem colocar nos comentários agora o que gostariam de ler para as próximas vezes? Assim não fico perdida e actualizo com frequência.

Deixemos de ”salamalecos” e vamos directo ao ponto, há dias estava a falar com o senhor meu namorado/noivo que eu cresci a assistir contos de fada na televisão, que ficava fascinada com aquele amor puro e sincero que os personagens transpareciam ou ficava a ver novelas de casais apaixonados, verdadeiras alma gêmeas. Tanto os contos de fadas como as novelas tinham duas coisas em comum: uma bruxa que fica durante toda trama a tentar separar o casal de pombinhos apaixonados até ser desmascarada e aquele, sei lá se posso chamar de logotipo que diz, “e viveram felizes para sempre”. Ahhhhhhhhh, ficava a imaginar, deve existir um príncipe para mim, eu também quero esse viveram felizes para sempre; até que o desmancha prazer o meu namorado/noivo vem que com aquela ladaínha, isso não existe, esses não são casais reais, relacionamentos verdadeiros tem obstáculos sim mas as pessoas que estão nele nunca estarão a todo momento com sorriso de orelha a orelha e por aí continuou com palavras que eu acho que vocês podem concluir.

 
Nisso tudo eu fiquei um pouco chateada, admito, mas no fundo ele tem a razão dele. As vezes pensamos que mudando de parceiros/as estaremos a resolver problemas, porquê não parar de procurar um amor de conto de fadas? Porquê não parar de procurar e viveram felizes para sempre e irem a busca de um enfrentando a vida juntos? Mas tudo, é claro, ponderado, você não vai ficar aí a se esfolar, tentar de todo jeito buscar a felicidade com alguém se você já viu sinais suficientes que aquela pessoa te faz mais sofrer do que feliz, que você só está feliz com essa pessoa quando ela está contigo naquele momento, não adianta não acha? Faça o que estiver ao seu alcance, mas não se rebaixe. Deus te ama demais para você viver a mendigar o amor de alguém, não é justo.

Pra você entender o verdadeiro amor, precisa entender que “felizes para sempre não existe”, precisa cultivar o amor dentro de si, você precisa aprender ou saber como você é quando está sozinho/a para poder dar valor quando estiver num relacionamento. Se você não aguenta nem ficar sozinho/a, quem lhe garante que aparecerá alguém na sua vida que irá aguentar ficar consigo? Pense nisso com carinho.

Antes que eu me desvie muito do foco, vou ficar por aqui e lembrem-se que a vida nem sempre é romântica, as vezes é realística. Beijos nos vossos corações, preparem-se para a pregrinação, comprem um terço ou um rosário e orem a Santa Maria porque estamos a precisar de ajuda ai e como estamos… Fiquem bem, fiquem com Deus, até a próxima matéria e por favor coloquem nos comentários dicas do que gostariam de ler. Fui

Sem comentários:

Enviar um comentário